SPEAK Porto NOVO BANCO Crowdfunding Permitiu a Abertura do 6º Centro em Portugal

A SPEAK Porto iniciou a sua atividade em setembro de 2015 depois de ter conseguido angariar 8 575 euros, mais de 3 500 euros do que o solicitado na plataforma de crowdfunding social, alcançando mais rapidamente o valor necessário para avançar com a inauguração de mais um centro, na cidade invicta, aumentando para 6 os existentes em Portugal.

Nessa altura, o crowdfunding era o instrumento de financiamento para o conseguirmos levar o SPEAK para o Porto o mais rapidamente possível, estávamos a tentar outros, mas sem sucesso. O crowdfunding permitiu-nos alavancar o valor necessário para arrancar com o modelo de intervenção social do SPEAK no Porto, mas também nos ajudou no processo de criação uma comunidade nesta cidade. Tivemos a sorte de ter 83 apoiantes. Todos contribuíram para o sucesso do projeto e alguns deles deram um empurrão ainda mais forte à iniciativa como o Pedro Abrunhosa e a Accenture.

Hugo Menino Aguiar
Hugo Menino Aguiar, CEO do SPEAK

Desde a sua criação, o SPEAK Porto já conta com vários casos de sucesso. Num ano e meio mais de 260 pessoas frequentaram as novas instalações, efetivando o objetivo da associação que mobiliza e treina jovens para que sejam agentes de transformação social, no combate à exclusão sociocultural, através da aprendizagem de línguas e a partilha de culturas, aproximando e contribuindo, deste modo, para a criação de sociedades que valorizam e potenciam a diversidade cultural.

As aulas de línguas e os eventos sociais realizados na SPEAK Porto têm permitido aos membros da comunidade migrante não só quebrarem a barreira linguística como também criarem redes de apoio informais que têm sido essenciais na resolução de diversos problemas, nomeadamente aceder ao sistema nacional de saúde, procurar emprego ou ainda descobrir os melhores locais para comprar comida de qualidade a preços acessíveis. 

O projeto tem sido igualmente enriquecedor para os membros da comunidade local, que têm tido a oportunidade de contactar com culturas de todo o mundo e de aprender línguas que vão desde o inglês e francês ao árabe e mandarim. 

Posso dizer com segurança que o SPEAK tem sido um dos desafios mais gratificantes até hoje, e dos melhores usos do meu tempo em anos recentes - uma nova apreciação pela experiência da condição da palavra, da partilha e do próprio. É no que se dedica aos outros que frequentemente encontramos o maior retorno, e este tem sido um investimento pessoal no mundo inteiro. Temos como nossa a vida distante, e pensamos a humanidade como diversidade, enquanto crescemos juntos com, e para uma causa na qual acreditamos

Nelson Pereira, Professor Voluntário e Embaixador do SPEAK no Porto

Para mais informações consulte: