Vamos Ajudar a Quinta da Associação de Paralisia Cerebral de Évora

Objetivo: 
5 000 €
Prazo limite: 
22/03/2019 - 18:00
Localização: 
Évora

Sobre o projeto

A APCE pretende construir um canil na sua Quinta Pedagógica. Este espaço poderá albergar cães dóceis que serão co-terapeutas na reabilitação de crianças e jovens com paralisia cerebral e outras doenças neurológicas afins.

Nas pessoas com dano cerebral adquirido, é muito útil fazer terapia com cães porque aumentam a sua motivação. Como um método para acelerar sua reabilitação, interagir com esses animais serve de incentivo e como uma forma de permanecer ativo. Alimentá-los ou realizar atividades com os cães estimula-os mentalmente. Por sua vez, isso faz com que melhorem a sua atenção e se esforcem para acompanhar o ritmo marcado.

A terapia com cães aumenta a atividade física dos pacientes. Brincar com eles, fazer atividades de flexão ou caminhada fortalece os músculos, os ossos e articulações. Dessa forma, facilita um melhor desenvolvimento do sistema vestibular (relacionado com o equilíbrio e controlo espacial), aumenta a propriocepção (equilíbrio postural) e a força muscular. Por outro lado, melhora as capacidades motoras e a coordenação, porque trabalha todos os sentidos. 
 

A Quinta Pedagógica do Pomarinho é uma resposta social da Associação de Paralisia Cerebral de Évora (APCE) e distingue-se de outros ambientes educativos não formais por privilegiar o conceito de humanidade, numa lógica de educação ambiental e inclusiva.

Esta Quinta, enquanto espaço de integração social de crianças provenientes dos mais diversos contextos socioeconómicos, entre os quais as crianças com paralisia cerebral e outras doenças neurológicas afins, tem desenvolvido ao longo dos anos um trabalho de consciencialização ambiental, promovendo o respeito pela natureza, desenvolvendo o gosto pelas coisas do campo, sobretudo através do contacto directo com os animais da Quinta.

Sobre Associação de Paralisia Cerebral de Évora

A Associação de Paralisia Cerebral de Évora (APCE) procura prestar serviços de qualidade que promovam autonomia, inclusão social, qualidade de vida e bem-estar a todos os clientes, nomeadamente às pessoas em situação de desvantagem e/ou incapacidade com enfoque nas que têm Paralisia Cerebral, situações neurológicas afins numa lógica de cuidados globais e integrados ao longo de toda a sua vida.

Em cooperação ativa com as famílias e os associados. A APCE apoia mais de 100 crianças e jovens com paralisia cerebral e outras doenças neurológicas afins.

Orçamento e prazos

Execução de área coberta de canil em estrutura mista metálica/madeira , com paramentos em painel sandwich com faces em madeira - 2700€
Portas metálicas/madeira, pavimentos em betonilha cimentícia lavável, cobertura cem telha cerâmica sobre isolamento térmico - 1300€
Rede eléctrica e iluminação em todos os compartimentos, rede de águas e rede de esgotos, até ao limite do edifício, excluindo ligações aos ramais exteriores - 1000€

A obra terá um custo de 5.000€ e demorará um mês a ser concluída. O objectivo é ter o canil em funcionamento em Abril de 2019.

Imagens